Banco Sol lança créditos “Sol Empreendedor” e “Sol Investe”

O Banco Sol vai financiar iniciativas empresariais que estimulam a actividade agrícolas, comercial, industrial e de prestação de serviços no país.

A promessa foi feita em Ndalatando pelo presidente do Conselho de Administração do Banco Sol, Coutinho Nobre Miguel, durante o lançamento dos créditos “Sol Empreendedor” e “Sol Investe” para este ano.

A instituição bancária vai, a partir de agora, promover o empreendedorismo e reforçar o seu contributo para o desenvolvimento de Angola, afirmou Coutinho Miguel, acrescentando: “temos a convicção de que iremos alavancar o empreendedorismo e o empresariado  com a concepção de créditos e do apoio aos seus projectos agrícolas, industriais, incubadoras e outros”.

O presidente do Conselho de Administração do Banco Sol realçou que os empresários da província do Cuanza Norte e de Angola de uma forma geral podem dirigir-se aos balcões do banco e obter ofertas diversificadas de produtos financeiros e serviços.

“Escolhemos a província do Cuanza Norte para o lançamento deste dois créditos porque o nosso propósito é ajudar a relançar a produção e a indústria do café e de outros produtos agrícolas”.

O gestor bancário sublinhou que o Banco Sol pretende assegurar o desenvolvimento diversificado da economia nacional e defendeu que a banca tem de apoiar os empresários, oferecendo serviços e produtos mais baratos. O governador provincial do Cuanza Norte, José Maria Ferraz dos Santos, disse que a província precisa de uma atenção especial. “Esta nossa circunscrição deve deixar de ser apenas uma placa giratória e de passagem para o Norte, Sul, Oeste e Leste de Angola. “Precisamos de unir ideias e trabalhar em conjunto para o desenvolvimento da província. Devemos assegurar o desenvolvimento do sector do comércio e da pequena indústria.

“Gostaríamos de contar não só com a disponibilidade dos meios, mas também com a criação de equipas conjuntas para ajudarmos os empresários e os empreendedores a apresentarem projectos credíveis e exequíveis”, afirmou o governador provincial, instando o Banco Sol a prestar o sua solidariedade institucional a província do Cuanza Norte, de modo a capacitar e promover os seus empresários e empreendedores.

Silvino Fortunato | in Jornal de Angola

Deixe uma resposta