Angola apresenta na Feira de Inovação, Ideias e Novos Produtos, que decorre em Nuremberga, Alemanha, um soro experimental denominado “Murino” para tratamento de vítimas de mordeduras de serpentes.

O remédio resulta de um trabalho de investigação científica desenvolvido pela Faculdade de Medicina de Malanje, da Universidade Lueji a’Nkonde, em parceria com o Instituto Butantã, do Brasil, e com o Laboratório de Toxicologia da Faculdade de Farmácia da Universidade do Porto (Portugal).

A investigação que deu origem à produção do soro “Murino” é desenvolvida por uma equipa de dez investigadores, liderada pela médica angolana Paula Oliveira e integrada por dois investigadores do Instituto Butantã e por um do Laboratório de Toxicologia da Faculdade de Farmácia da Universidade do Porto.

O estudo sobre o soro experimental é um dos três que a Universidade Lueji a’Nkonde apresenta este ano na Feira de Nuremberga, depois de ter conquistado na edição passada uma medalha de ouro com a “Estratégia de prevenção de mordeduras de serpentes em Angola”.

Categories: AtualidadeEducação

Redação

A Fau-me é um site dedicado a educação, motivação, empreendedorismo e desenvolvimento pessoal, que está no ar desde Agosto de 2015.

0 Comentário em “ANGOLANA GANHA MEDALHA DE OURO POR INVESTIGAÇÃO”

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: