Tudo começou em maio de 1886, quando o farmacêutico John Styth Pemberton produziu, pela primeira vez, numa panela de cobre, no quintal de sua casa, em Atlanta, na pequena Geórgia, Estados Unidos, um concentrado para a fabricação daquele que viria a ser o mais conhecido refrigerante de todo o mundo. O Dr. Pemberton desceu a rua e entregou na Jacob’s Pharmacy a matéria-prima que, misturada à água carbonatada, foi vendida no balcão a 5 centavos de dólar.

Frank M. Robinson, sócio e contador da firma do Dr. Pemberton, sugeriu o nome para o produto e desenhou a palavra Coca-Cola, na caligrafia de letras ondulantes que é famosa até hoje. Em 1886,
as vendas de Coca-Cola não passaram de 13 copos diários e a produção anual do concentrado de 25 galões. Nesse primeiro ano, o Dr. Pemberton faturou US$ 50 em vendas e gastou US$ 73,96 em propaganda.

O concentrado era embalado em pequenos barris de madeira pintados de vermelho, o que tornou o vermelho a cor que identifica a Coca-Cola. No dia 31 de janeiro de 1893, a marca Coca-Cola era registrada no escritório oficial de patentes dos Estados Unidos.

Em 1894, em Vicksburg, Mississipi, ao procurar um meio de levar a Coca-Cola para um piquenique, o comerciante de doces Joseph A. Biedenham tornou-se a primeira pessoa a engarrafar a Coca-Cola, usando um concentrado vindo de Atlanta. Essa inovação criou um novo conceito de mercado, que levou a Coca-Cola para uma distribuição mais ampla.

Em 1898, o engarrafamento desse refrigerante em larga escala tornou-se possível graças a Joseph B. Whitehead e Benjamin F. Thomas, de Chattanooga, Tenessee, que obtiveram os direitos exclusivos de engarrafar e vender Coca-Cola praticamente em todos os Estados Unidos. A inconfundível garrafa de Coca-Cola, familiar em todo mundo, foi desenhada em 1916 pela Root Glass Company, de Terre Haute, Indiana, que levou em conta seu fácil manuseio. Na ocasião, devido às suas curvas, apelidaram a garrafa de Coca-Cola de Mae West, comparando-a à famosa atriz de cinema daquela época, conhecida por sua sensualidade.

Desde que a Coca-Cola usou o slogan “Deliciosa e Refrescante”, no distante ano de 1886, a sua publicidade vem refletindo alegria e as coisas boas da vida. Em 1927, a Coca-Cola iniciou uma campanha de publicidade através de uma cadeia de rádio e, em 1950, os então famosos atores Edgar Bergen e Charlie McCarthy participaram do primeiro show ao vivo, no Dia de Ação de Graças, transmitido por uma cadeia de televisão, sob o patrocínio de The Coca-Cola Company. Temas de grande impacto foram criados através dos anos, para divulgar as qualidades da Coca-Cola. Entre eles:

“A pausa que refresca”
“Isto faz um bem”
“Tudo vai melhor com Coca-Cola”
“Isso é que é””Coca-Cola dá mais vida”
“Abra um sorriso”
“Coca-Cola é isso aí”
“Emoção pra valer”
“Sempre Coca-Cola”
“Curta Coca-Cola”
“Gostoso é Viver”
“Essa é a Real”

Em 1888 o industrial Asa G. Candler tomou a frente dos negócios da Coca-Cola. E foi ele quem autorizou dois comerciantes americanos a engarrafarem o refrigerante. Era o início do Sistema de Franquias, que existe até hoje e é sucesso em todo o mundo.

Quantas Coca-Colas são vendidas por segundo no mundo?

Segundo dados de 2014, são vendidas mais de 1,7 bilhão de latas, copos ou garrafas das bebidas produzidas pela Coca-Cola Company por dia. Ou seja: aproximadamente 19.675 por segundo.

Coca-Cola mercado

Mais de 3.500 marcas de bebidas

9 anos seriam necessários para experimentar todos os produtos do portfolio, um por dia

150 mil empregados no mundo todo

4 das 5 marcas não alcoólicas mais vendidas no mundo: Coca-Cola, Diet Coke, Fanta e Sprite

marca mais valiosa no mundo, segundo a pesquisa Best Global Brands em 2015

1) Apple (US$ 170 bilhões)

2) Google (US$ 120 milhões)

3) Coca-Cola (US$ 78 milhões)

posição entre as marcas mais lembradas pelo brasileiro, segundo a pesquisa Top of Mind 2015 (empatada com Omo, Samsung, Nestlé e Nike)

94%da população mundial reconhece o logotipo

U$ 3,3 bilhões de investimento anual em marketing

Coca-cola caridade

39 gramas de açúcar (cerca de 10 colheres de chá) em uma lata de Coca-Cola

207 filmes têm “Coca-Cola” como uma de suas palavras-chaves no banco de dados de cinema IMBD

2,8 milhões de máquinas de Coca-Cola no mundo. Empilhadas, teriam a mesma proporção que 4 prédios Empire State

300 mil toneladas de alumínio gastas só para produzir as latas do mercado norte-americano.

FONTES: Site The Coca-Cola Company, Coca-Cola Brasil, Financial Times,Business Insider e Folha Top of Mind 2013.


Redação

A Fau-me é um site dedicado a educação, motivação, empreendedorismo e desenvolvimento pessoal, que está no ar desde Agosto de 2015.

0 Comentário em “COCA-COLA UMA HISTÓRIA DE SUCESSO”

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: