Transformamos Potencial em Resultado
contacto@fau-me.com

3 empreendedores Angolanos que vão inspirá-lo em 2016

Início BLOG 3 empreendedores Angolanos que vão inspirá-lo em 2016

[dropcap]Dentre as muitas[/dropcap] características normalmente usadas para definir o sucesso no empreendedorismo, disciplina e determinação estão sempre presentes. Nesse contexto, empresários que já garantiram um lugar sólido no mercado acabam servindo como bons exemplos para inspirar aqueles que estão apenas começando. E foi pensando nisso que resolvemos listar no post de hoje alguns empreendedores Angolanos de sucesso, com o propósito de, com suas histórias, ajudá-lo a se inspirar profissionalmente. Pronto para aprender com suas trajetórias? Confira:

1-Beatriz Franck

Beatriz_Franck

Empreendedorismo, glamour e humildade é uma combinação impossível para a maioria dos empreendedores de sucesso, mas Beatriz Franck faz desta combinação parecer  fácil.

Contabilista de formação, Beatriz Frank, a Miss Cabinda 2003, é hoje a gestora do grupo de empresas Bibi e da revista “Fashion”.

Começou cedo a dedicar-se à moda, tinha 17 anos quando deu os primeiros passos.

Aos 23 anos projetou aquela que é hoje a maior loja de cabinda para a conclusão da obra Beatriz Franck chegou ao ponto de vender o carro e a própria roupa, recorreu ao financiamento por conta de credito bancário e foi recusada varias vezes até receber uma resposta positiva.

CEO da revista Super Fashion que já é uma revista conceituada quer em Angola, quer em Portugal, onde está em todos os pontos de venda mais significativos, nomeadamente, no aeroporto de Lisboa, e actualmente com duas lojas uma em Cabinda com mil metros quadrados e outra em Luanda a empreendedora Angolana almeja entrar na lista das mulheres mais influentes do continente Africano.

Como todo empreendedor de sucesso considera-se workaholic. “Não tenho hora, não tenho dia, não tenho tempo para nada. Trabalho sábados domingos e feriadas, e, mesmo à noite, estou sempre atenta aos emails e atendo todos os telefonemas ”  revelou numa entrevista ao portal Sapo.

 

2-Sarchel Necesio

Sarchel-Necesio

Nasceu no Kwanza Norte, mas foi no Brasil onde se formou e criou o projecto que viria despertar o potencial “cor-de-rosa” da imprensa online em Angola. Sarchel Necesio revolucionou o empreendedorismo digital em Angola.

Fundador da Platina Line projectada pela necessidade de criar algo que desse vida ao mundo das celebridades em Angola. Sarchel decidia assim importar a dinâmica de interacção entre público e famosos que já se usava lá fora e criou o que é hoje o maior portal de entretenimento de Angola.

Com um orçamento de 500 usd e a 5 mil Kilómetros de Angola, estudando ainda, tinha que equilibrar os estudos, que era sua missão no Brasil, com o projecto que é a sua paixão.

 

 

3-Kolly Villa

Kolly_VillaAntónio Pindi Villa mas as pessoas conhecem-no como Kolly Villa. É muito conhecido no meio do negócio de venda de carros em Angola. Começou por vender carros da marca Lada da antiga URSS. Hoje vende automóveis de luxo para a alta sociedade angolana. Como costuma dizer-se, veio do nada. Não teve uma infância de ouro.

Sem dinheiro, decidiu ser intermediário no negócio de “pedras de isqueiros”, ao preço de 500 Kz. Em cada caixa que vendia, tinha uma comissão.

Todos os rendimentos do dia-a-dia eram colocados no garrafão, no fim de cada jornada. Foi cerca de um ano de poupança rígida e quando decidiu  abrir o garrafão para saber quanto tinha guardado quase desmaiou. Tinha 35 mil dólares e muito mais em kwanzas.

Viajou até à Bélgica e adquiriu três viaturas de marca Lada Niva, para revendê-las em Angola. De regresso ao país, a venda foi rápida. Voltou à Bélgica e desta vez comprou seis viaturas. Meses depois, saltou dos Lada Niva para os BMW. Recorda que com o dinheiro da venda de um BMW comprou o primeiro terreno em Luanda, na zona da Petrangol. “Construí uma casa grande que as pessoas até se assustaram”. Desde então, avistar Kolly Villa com este ou aquele carro de grande cilindrada e muito exclusivo, passou a ser uma rotina. Num ápice, a qualidade de vida do rapaz do Cuilo Futa alterou-se. O dinheiro do garrafão mudou a sua vida. Saiu da Petrangol para um novo apartamento para um prédio no Bairro Prenda, e não pensa em parar por aqui.

Viu como esses empreendedores angolanos com histórias de sucesso servem de inspiração para muitos que querem iniciar seu próprio negócio? Deixe o seu comentário.

One thought on “3 empreendedores Angolanos que vão inspirá-lo em 2016

  1. Negócios online é a revolução no mundo dos negócios.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: